quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Oração da Mesa


          Vem, Senhor, Jesus, 
          Sê o nosso convidado. 
          E tudo o que nos dás
          Nos seja abençoado.

          A Oração da Mesa é familiar e conhecida, mas o que ela realmente quer dizer?
          Os cristãos luteranos têm uma oração que costumam chamar de “Oração da Mesa”. É uma pequena e bonita oração. Ela é pronunciada em um jantar em casa, antes dos “comes e bebes” na igreja e nos mais diferentes tipos de encontros. Na verdade, muitos cresceram tão acostumados à oração que ela por vezes parece aconchegante e pitoresca, ou seja, apenas mais uma decoração em nossa casa. Oramos para dar graças por nosso alimento pouco percebendo tudo o que contém na oração.

Vem, Senhor Jesus. Quando nós oramos estas palavras antes das refeições, juntamos nossas vozes com a do apóstolo João, que orou estas mesmas três palavras perto do fim do livro de Apocalipse: “Vem, Senhor Jesus” (Ap. 20.21). Jesus irá voltar no Último Dia. Nós aguardamos e oramos por este dia, quando Ele aparecerá novamente com seu corpo ressuscitado. Nós O veremos face-a-face e Ele nos levará para passar a eternidade com Ele e com o Pai e com o Espírito Santo.
          “Vem, Senhor Jesus”, nós oramos. Este não é um simples convite para Jesus aparecer na refeição que estamos desfrutando. Na verdade, isso lança a refeição que estamos comendo na luz da eternidade. “Vem, Senhor Jesus” é o grito da Igreja para que nosso Senhor Jesus venha a nós em sua graça, misericórdia e amor. É o grito da Igreja para que nosso Senhor Jesus venha e endireite nossa natureza humana, tão infectada pelo pecado. É o grito da Igreja para que nosso Senhor Jesus venha e nos chame à ceia das bodas do Cordeiro, que não terá fim (Ap. 19.9). “Vem, Senhor Jesus” nós oramos, porque sem Ele nossas vidas, nosso futuro e a comida que comemos são todos inseguros e sem sentido, sem significado.

Ser nosso convidado. Nós nos colocamos em ótima companhia pedindo que Jesus seja nosso convidado. Quando Jesus Se convidou à casa de Zaqueu, este O recebeu com muita alegria, tanto que as pessoas resmungavam, “Este homem foi se hospedar na casa de um pecador” (Lucas 19.7). Os dois discípulos na estrada para Emaús insistiam à Jesus, “Fique conosco porque já é tarde, e a noite vem chegando” (Lucas 24.29). Quando convidamos Jesus para ser nosso convidado, é simplesmente a resposta de fé.
          Nós pedimos que Ele seja nosso convidado porque sabemos que Ele – junto com o Pai e o Espírito Santo – nos forneceu comida e bebida e tudo o mais que precisamos para sustentar este corpo e vida. Pedimos que Ele seja nosso convidado porque queremos que Ele diga sobre nós o que ele disse sobre Zaqueu: “Hoje a salvação entrou nesta casa” (Lucas 19.9). Pedimos que Ele seja nosso convidado porque nós queremos lembrar tudo o que Ele fez por nós. Não é tão diferente de orar “O pão nosso de cada dia nos dá hoje”, que é orar para que recebamos nosso pão diário com gratidão. “Ser nosso convidado”, nós pedimos ao nosso Senhor Jesus, porque o Espírito Santo nos ensinou que Jesus traz salvação à casa que O recebe em fé.

Tudo o que nos dás seja abençoado. O que recebemos de Deus para pedir que Ele abençoe? É tudo o que está em nossa mesa – uma tigela de purê de batatas, o prato de espaguete, a pequena porção de feijão. Quer seja a alimentação rica ou pobre, abundante ou escassa, ela é um presente de Deus, e queremos que nosso Salvador a abençoe. Como está escrito em Hebreus, “Deus abençoa a terra que recebe a chuva, a qual muitas vezes cai sobre ela e produz plantas úteis para aqueles que trabalham nela” (Hebreus 6.7).
          Tudo o que nosso Senhor abençoa alcança o propósito que Ele deu. Quando nosso Senhor abençoa a comida em nossas mesas, ela cumpre o seu papel. A comida alimenta e nutre nossos corpos para que possamos louvar a Deus e servir ao nosso próximo.
          Isto acontece toda vez que Jesus abençoa o pão no Novo Testamento. Mateus escreve  sobre uma grande multidão que seguiu Jesus. A noite chegava, as pessoas estavam com fome e não havia comida o suficiente para alimentar a todos eles, mas um garoto tinha cinco pães e dois peixes. Então Jesus “mandou o povo sentar-se na grama. Depois pegou os cinco pães e os dois peixes, olhou para o céu e deu graças a Deus. Partiu os pães, entregou-os aos discípulos, e estes distribuíram ao povo. Todos comeram e ficaram satisfeitos” (Mateus 14.19-20). Nosso Senhor abençoou o pão, e o pão alimentou a todos, mesmo tendo tão pouco. Nosso Senhor abençoa os presentes que Ele colocou em nossas mesas, e estes presentes nos alimentam. Tendo recebido de nosso Senhor o presente da comida, retornamos às atividades da vida nutridos e preparados para servir aqueles que estão a nossa volta.
          “Vem, Senhor Jesus”, nós gritamos na Igreja, aguardando nosso Senhor retornar em glória e endireitar a nós e a este mundo pecaminoso. “Ser nosso convidado”, nós pedimos a Ele, sabendo que a casa que recebe Jesus em fé recebe salvação por meio dEle. “Tudo que nos dás seja abençoado”, nós oramos, confiando que a comida em nossa mesa será suficiente para nos nutrir de modo que possamos fazer o trabalho que o Senhor nos deu neste mundo. É uma oração tão simples, mas mesmo assim ela dá voz a tantos anseios que nossa fé produz em nós. Esperamos que Jesus venha novamente, esperamos pela salvação que Ele traz e esperamos ser nutridos para executar o trabalho que Ele nos dá. Que maneira melhor teria para encerrar a oração do que aquela palavra bíblica final: Amém.

Autor: David W. Loy. Pastor na comunidade Sião, Missouri, Estados Unidos.
Traduzido por Carlos Augusto Müller Junior
Publicado na revista The Lutheran Witness (A Testemunha Luterana) de junho/julho de 2011.

Um comentário:

  1. Belíssima explanação sobre a ORAÇÃO DA MESA e tudo o q nela contém...o q podemos fazer senão agradecer pelo pão de cada dia q o nosso Pai do ceú nos dá, enqto clamamos e aguardamos por Sua vinda, gratos pela salvação q Ele nos traz? agradecendo, só corremos o risco de ser abençoados...mto abençoados! todo o nosso sustento vem de Suas Santas mãos!

    ResponderExcluir

Comente esta postagem... Sua opinião é importante pra nós!